sexta-feira, 3 de março de 2017

A VIDA É SÓ AGORA

A vida é somente nesta hora,
Não há antes e nem depois, 
Os minutos dela vão embora
Um a um, nunca vão dois!

A viagem demora mesmo assim, 
Perdida vou, procuro uma miragem,
Uma pausa, uma flor uma imagem, 
E nada encontro que se abra em mim!

Prisioneira assim, e sem coragem,
De quebrar as algemas e ir embora,
Tudo o que em mim ria agora chora,
Seja; já não me seduz outra viagem!

Só tristeza silêncio e melancolia,
Sem uma flor a abrir na minha mão,
Procuro e não te encontro ó alegria,
É passarinho  a morrer, meu coração!

Paz e Bem, Grata pela visita!
Sejam Felizes.


 
 


1 comentário:

Toninho disse...

Parece estranho dizer muito linda dado ao peso da melancolia
que ronda a poesia numa belíssima construção/inspiração.
Sofre muito o coração que ama e se vê sem este amor.
Belo trabalho da poesia querida Josélia.
Um bom domingo de para uma semana abençoada.
Bjs amiga.