04/01/17

O MISTÉRIO EM QUE VIVEMOS

Passa a madrugada e chega a aurora
Os raios de luz anunciam novo dia,
A claridade e o movimento lá fora
Emana em nós a esperança, da alegria!

E em cada  dia que desponta,
Novos planos nos virá traçar
Por vezes perdemos-lhe a conta,
Sem saber se estamos perto de chegar!

Não se sabe o tempo que nós teremos,
Mas o fim é certo precisamos encarar
Quantas madrugadas ainda viveremos,
Nossos planos vão ficando a esperar!

O mundo é o mistério em que vivemos,
O momento do fim chega sem avisar
E a hora do final nunca saberemos,
Vivamos cada dia sem nele pensar!

Paz e Bem, Feliz Ano Novo. 
Amigos.

1 comentário:

Lénea Silva disse...

Lindo poema mana, como sempre! Beijinhos <3