terça-feira, 29 de novembro de 2016

SAUDADE DE SER FELIZ

Esta chama, esta saudade de amar,
Que arde no meu peito lentamente,
Será que algum dia ela se vai apagar
Para que eu viva e caminhe alegremente?

A vida passada foi um sonho que vivi
Oh, que doce era aquele sonhar...
Aquelas noites serenas que eu dormi,
Não sei o porquê... delas despertar!

No meu sonho havia sol e muita luz,
Não havia escuro, nem solidão,
Em tudo aquilo que os meus olhos pus,
Tudo era lindo nada foi em vão...!

Agora meus olhos vagueiam na noite,
Em lágrimas que rolam sem cessar...
Continuo vaga inerte não sei se me afoite,
Tentando de novo a felicidade encontrar!

Dias tristes...!

Bem Hajam Grata pela visita.

3 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida amiga Josélia!
Dias alegres virão e curtiremos alguns deles juntas aí... pena que não se anime em vir por aqui desfrutar de outros dias alegres também!
Lidno poetar da poeta tristonha, por ora...
Bjm muito fraterno

Toninho disse...

Minha querida amiga Josélia.
O que faz esta saudade, este vazio que vem e nos rouba.
O que fazer com esta angustia que nos tira o chão e o brilho?
Há dor, mas há a esperança que vem do Pai e que faça tudo rodar.
Beijo no coração amiga.
Em tempo lhe desejo um Bom Natal no coração e que assim possa crer em dias melhores e mais leves.
Que o pai massageie o seu coração.

Toninho disse...

Olá Josélia.
Hoje aqui para lhe agradecer as companhia em mais um ano de nossas interações e renovar minha vontade de estar por aqui em mais um ano de sintonia.
Que voce possa recriar uma nova vida e ter um ano novo de verdade, são meus desejos com carinho para voce que merece ter dias alegres e belos para suas inspirações.
Meu carinhoso abraço.
Beijos de paz no coração.

Enviar um comentário

Muito obrigado a todos os amigos...que aqui vão deixando as suas belas palavras, com tanto amor e carinho!