quarta-feira, 9 de novembro de 2016

CONTEMPLANDO

Contemplo na vida
Natureza
Sonho de infância
No tempo perdida.

Contemplo
Sonhos 
Perfumes
Visões

O toque
Sabores gostosos,

Memórias que em mim
Se tornam vivas...
Num jeito de olhar
Que escuta atento
Tudo o que senti,
Tudo o que vivi...

... e cumprindo a hora,
em paz contemplo a vida
... e nu como nasci,
me entrego no abraço do meu
Deus.

(Solidões)

Paz e Amor

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado a todos os amigos...que aqui vão deixando as suas belas palavras, com tanto amor e carinho!