terça-feira, 29 de março de 2016

O MEU SONHO


Embarquei com a tempestade
Sempre são parcos os meus dias,
Só bebi do silêncio do luar...
Meu pensamento é meu algoz
As horas passam fugidias,
No meu rosto as lágrimas a rolar,
O tempo? Sempre corre veloz!

A saudade se acomoda ali por perto,
Fingindo que por mim vela...
Insistindo em armar-me o laço,
Fecho os olhos, sinto grande vazio.
A saudade vai entrando no meu peito,
Nas veias corre-me um grande calafrio
A vida? Fica sempre do mesmo jeito!

Acordo daquele sonho...
Sem nada que a mim me importe,
Do que sonhei neste dia
Talvez, somente a morte fria!
Porque eu? Mais que ela serei forte!

O sonho até pode ser risonho...
E a saudade vir vestida de veludo,
Nada sobrou do que vivi no sonho,
Na vida falta-me um pouco de tudo!

Paz e Bem em Cristo Jesus

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado a todos os amigos...que aqui vão deixando as suas belas palavras, com tanto amor e carinho!