24/01/16

EU VOU CAMINHANDO

Eu vou caminhando para me aclimatar,
Com as frases que saem do meu jeito
É tudo aquilo com que me estou a amortizar,
Este é meu modo de escrever eu não sei poetizar!

Áqueles que me lêem fica a palavra simbólica,
Não julguem que eu me acho poetiza.
Sou apenas uma mulher triste e melancólica,
Que aqui passa e deixa suas palavras à deriva!

A vida é uma dádiva que o Senhor nos ofertou,
Mas na verdade é feita de tristeza e alegria...
Que o nosso egoísmo nem sempre a aceitou,
Se a tristeza nos toca a vida quase para nesse dia!

Remexendo no passado trago à minha lembrança,
Tudo o que Jesus me deu, e recebi sem sentir dor,
Meus filhos queridos, inexplicável amor e esperança!

E penso que este dom esta alegria de ser mãe,
Foi dádiva, para eu esquecer a dor e a tristeza.
Com eles impregnei de perfume a minha vida, 
Perfume de odor intenso que ainda hoje se mantém!

Paz e Bem.

Joséla Micael

2 comentários:

Toninho disse...

O instante existe em conjunto com sua poesia, que de banha nas palavras emotivas das lembranças, que se alternam em risos e lagrimas, mas que levam muito de si.
Voce é poesia de vida.
Meu terno abraço e beijo de paz amiga.

Gracita disse...

Tuas palavras impregnadas de linda melodia poética é um acalanto de lembranças que motivam os sorrisos e suas lágrimas e revelam um coração grandioso pleno de amor
Lindíssimo minha querida amiga
Um dia infinitamente feliz
Muitos beijinhos querida amiga

Publicação em destaque

SUSSURRO AO TEU OUVIDO

Sobre o teu ombro Sussurro Ao teu ouvido Palavras Expressões Declarações Em procura Incessante por encontrar Forma ...