14/11/15

NO CÉU

 
No céu 
Azul estrelado
Cintilam brilhantes,
Estrelas luminosas, 
Lembrando Histórias 
De eternidade
Em nós sempre presentes,
Personagens, 
Vidas
Amores perdidos
Amores ausentes
Memórias
De quem já partiu
De quem sentiu
Ou não sentiu
O pulsar dentro de si
Duma vida apetecida
E não vivida...
Epitáfios luminosos
Também de quem
A nascer
Nunca chegou.

José F. Dinis.


Josélia Micael

1 comentário:

Toninho disse...

Dorido mas revestido de beleza e poesia.
Memórias entre encanto e saudades.
Bonita partilha querida amiga.
Que esteja bem e em paz.
Beijo de paz.