sábado, 10 de outubro de 2015

PERDIDA NA ESCURIDÃO


Perdida na escuridão,
Daquela noite serrada
Só tu e a tua paixão,
Naquela terra nevada!

Com teus chinelos de pano,
Teus cabelos emaranhados,
E o vento forte açoitando
Teu lindo rosto gelado!

Confundida, e baralhada,
Crendo ou não no destino...
Na tua fé vais confiada,
E num sonho vespertino!

Sem medo de te picar
Nos espinhos do amor,
Sonhas num jardim passar,
Viajando de flor em flor!

Sem ter medo de arriscar,
Deste mais tempo! ...
Ao tempo, para sentir;
Teu beijo de flor a abrir!

Josélia Micael

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigado a todos os amigos...que aqui vão deixando as suas belas palavras, com tanto amor e carinho!