13/07/15

AMORES PERDIDOS

Minha voz e meu lamento,
No mar alto anda perdida
Foi com a força do vento,
Nas vagas  formas de vida!

Meus gritos perdidos do amor,
Nas ondas vão em sobressalto...
As areias movem minha dor,
Ondulando no mar alto!

Na travessia de universos,
Rolam em ondas de espuma,
Deixam meus gritos dispersos,
Gemendo chegam da bruma!

Bradam em em jeito de oração,
Por meus amores tão sofridos...
Deixam a brisa em confusão,
Por tantos amores perdidos!

Paz e Bem em Cristo*

Josélia

3 comentários:

Gracita disse...

Querida Joselia
Quanta nostalgia nestes versos de amor.
É triste a constatação de que a vida leva nossos amores e nos deixa a melancolia a envolver o doce coração; Lindo e triste. Que fado maravilhoso! Amei ler e ouvir esta bela música
Uma feliz semana minha querida amiga coroada de alegrias infinitas
Um super beijo e meu fraterno abraço

Maria Luiza disse...

Josélia, realmente Gracita tem razão ao se expessar para ti "É triste a constatação de que a vida leva nossos amores e nos deixa a melancolia a envolver o doce coração; Lindo e triste." Gostei muito de estar aqui e ler-te! Beijos e feliz semana!

MARILENE disse...

Josélia, há tristeza nos seus versos, mas ficaram lindos. O coração sofre com distanciamentos e despedidas, mesmo que saibamos fazerem parte da vida. Abraço.