24/04/14

APELO CARINHOSO


Busco nas flores o apelo carinhoso,
aqui a sós, onde ninguém me ouve,
tal como, se fosse embarcada...
meus pensamentos, vagueiam ao longe...
eu vou, de mimosas florzinhas salpicada!

Com as flores, sinto a natureza,
como se a tivesse nas minhas mãos, 
olhando as suas pétalas desdobradas,
serpenteando os campos de mil cores,
deixam as terras perfumadas, 
são lindas, são belas... As flores!

Sucedem-se nas sendas, entre os muros,
os recantos, as sebes, os riachos,
as árvores, os cumes, e as encostas.
Tudo é alegre, e verde, amarelo, vermelho,
matizado; ao cair da tarde, alaranjada,
chega a noite! Sinto-me acarinhada!

Josélia Micael

Sem comentários: